sexta-feira, 24 de agosto de 2007


O mundo corre. Foge, debaixo dos pés inquietos que não sabem onde parar. Grita-lhe que não corra, que me deixa tonta e sem norte. Grita-lhe que pare, que me deixe respirar, moldar-me às novas realidades e aprender tudo de novo. Diz-lhe que não aguento ver a vida passar-me ao lado quando sei que sei ser feliz. Deixei de fazer sentido. Deixámos de fazer sentido. Perdemo-nos neste mundo que nos foge e agora temos que nos descobrir sozinhos. Tenho que encontrar outros cheiros, outros sabores, outros tactos que apaziguem a ausência dos teus. Encontrar-me onde me perdi e trilhar uma nova vereda, não muito longe da tua. Não quero, nem tenho que me perder de nós. Quero só dormir, sem sonhos nem lembranças de um passado tão presente. Acordar de sorriso na boca e no coração. Pelo que fomos e pelo que podemos aprender a ser.

4 comentários:

MS disse...

Apetece-me dizer tanta coisa mas será preciso?
EStou a sentir..só a sentir!

beijinh grande :)***

pekenina disse...

"Tenho que encontrar outros cheiros, outros sabores, outros tactos que apaziguem a ausência dos teus"

Acho que me basta dizer que entendo tudo o queres dizer. Palavra a palavra!

Bjnhos *****

Nada se perde disse...

:D
gostei

borrowing me disse...

long time don't see