quinta-feira, 23 de agosto de 2007


Há sítios que são só nossos. Onde se falam linguagens nossas, dialectos diferentes de qualquer parte do mundo. Onde o único que se pede são braços abertos e mãos dispostas a dar e receber. Onde se fala sem palavras, se chora sem lágrimas, se ama de coração inteiro. Onde o amor é perfeito por ser só e simplesmente amor. Puro, doce, sem artefactos nem máscaras. Onde um beijo é um beijo, um abraço é um abraço e cada gesto tem o valor que tem. Sítios que não pertencem ao mundo real, de tão especiais que são. Onde os princípes e as princesas o são sempre, tenham 6 ou 60 anos. Pedaços de vida diferentes e tão parecidos com a nossa. Sorrisos que iluminam uma sala, gargalhadas que transbordam de alegria dos prazeres simples. Brincadeiras secretas, jogos de brilhos e a doçura que escorre em cada momento partilhado. Canções sussuradas em silêncio, descobertas novas cada dia, aventuras vividas de olhos iluminados. Sítios onde queremos dar, dar e dar, até que percebemos que o que recebemos é mais genuíno e mais intenso. Há sítios assim. Onde podemos ser autênticos, mostrando fragilidades e forças. Onde podemos rir com o corpo inteiro e amar com a leveza da alma, sem pressas nem julgamentos. Sítios assim. Onde um beijinho de esquimó faz rir e uma gargalhada boa enche cada recanto do coração.





Se o que anda por este blog são partes de mim, o Voluntariado pertence aqui. Semana de Solidariedade - Centro João Paulo II, em Fátima. 1 a 8 de Agosto. :)




3 comentários:

MS disse...

ÉS assim pronto...enorme :)
Belissima como a foto =)

beijinho*

Mana disse...

A genuína "Ilha dos Amores" não é nos Açores..é em Fátima!!

m&m disse...

"Há sítios que são só nossos." Eu estou nesse nossos! No sítio e em ti!

KissE!