sexta-feira, 5 de janeiro de 2007

The Gift * Fácil de entender


Talvez por não saber falar de cor, Imaginei
Talvez por saber o que não será melhor, Aproximei
Meu corpo é o teu corpo o desejo entregue a nós
Sei lá eu o que queres dizer, Despedir-me de ti
Adeus um dia voltarei a ser feliz


Eu já não sei se sei o que é sentir o teu amor,
não sei, o que é sentir, se por falar falei
Pensei que se falasse era fácil de entender


Talvez por não saber falar de cor, Imaginei
Triste é o virar de costas, o último adeus
Sabe Deus o que quero dizer


Obrigado por saberes cuidar de mim,
Tratar de mim, olhar para mim, escutar quem sou,
e se ao menos tudo fosse igual a ti


Eu já não sei se sei o que é sentir o teu amor,
não sei o que é sentir, se por falar falei
Pensei que se falasse era fácil de entender


É o amor, que chega ao fim, um final assim,
assim é mais fácil de entender


Eu já não sei se sei o que é sentir o teu amor,
não sei o que é sentir, se por falar falei
Pensei que se fala-se era fácil de entender
Obrigada Clarinha!*

5 comentários:

borrowing me disse...

obrigada
e estou feliz por ser a primeira a comentar este teu post
não gosto de gift
não sei porquê, mas de facto há qualquer coisa que não me deixa gostar...
mas esta letra... eu tenho pena não ter sido escrita por mim, porque ela descreve uma situação muito omnipresente na minha vida...
cai, que nem uma luva
bjs

MS disse...

Esta musika é simplesmente genial. nem há mais nada a dizer...


beijinho*

Pin* disse...

"se por falar falei
Pensei que se falasse era fácil de entender"
palavras para kê?
beijinhos

o alquimista disse...

Olá Ana,
obrigado pela visita, deu-me oportunidade de conhecer o seu fascinante espaço ao qual voltarei...

Beijinho

o alquimista disse...

Olá Ana,
obrigado pela visita, deu-me oportunidade de conhecer o seu fascinante espaço ao qual voltarei...

Beijinho