sábado, 27 de março de 2010


Muitas vezes é preciso ouvir em voz alta aquilo que o coração nos grita. E ontem, de joelhos, compreendi. Finalmente compreendi.