quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Do outro lado do oceano:

"Nunca niguém tem tudo de nós"


O meu tudo precisa de tempo e de espaço. E de reflexos. Espelhos por todo o lado que me mostrem o que a escuridão tem cegado indefinidamente. Preciso de voltar ao estado primordial, tecer o casulo e deixar-me a marinar para que, ao regressar, as asas batam cheias de cores que o mundo nunca viu ou saboreou. Hoje quero voltar a ser una. E única também.

5 comentários:

Nice disse...

Só Deus tem tudo de nós,porque Lhe pertencemos.O resto...são cantigas!

* disse...

Como te entendo meu anjo =)

filipa disse...

percebo-te :$

Anónimo disse...

Como te entendo, hoje mais do que nunca!

Tyler_____Durden disse...

Sim mas isso é quando somos sinceros e admitimos que não conseguimos estar com ninguem,ceerto?
Porque pode acontecer que...se diga que sim e afinal não esteja...
Mas se calhar foi delirio meu.