quarta-feira, 9 de abril de 2008


Fazes-me falta. Posso pedir ao vento para me soprar até ti?

2 comentários:

Luis Oliveira disse...

"vem a mim como um sopro de vida, vem e ressuscita-me"

Joana Almeida disse...

Se pudesse até eu soprava... =)