domingo, 10 de junho de 2007


Corro pela areia quente, sentindo-a entrelaçar-se nos meus dedos. O coração salta-me no peito na adrenalina do mar frio que me percorreu a pele. Deito-me na toalha morna e deixo que o sol me beije. De olhos fechados, vejo milhares de luzes e tenho vontade de rir. Rir a sério, com aquela gargalhada boa que explode na boca e percorre cada milímetro de sangue, deixando na barriga uma sensação de felicidade completa. Gosto do mar, do cheiro a mar. Gosto de praia por isto... Porque me traz recordações de menina e me deixa brincar com as memórias, como se o tempo não tivesse passado.

3 comentários:

Catarina disse...

é incrivel como a vida as vezes pode ser tão boa e como, tantas as vezes quantos as que deixarmos, nos preenche e nos faz felizes*

borrowing me disse...

eu moro muito perto da praia e vou menos vezes do que quando morava mais longe... estranho
mas adoro ver o mar
arruma as gavetas mentais...
bjs bom feriado

pekenina disse...

A isso se chama felicidade... ver alegria nas pequenas coisas.
Eu cá também gosto do mar. Traz recordações da infância, e até mesmo da adolescência... E além de gostar de olhá-lo na companhia de certas pessoas, gosto de vê-lo quando estou sozinha, quando preciso de arrumar as tais gavetas - como diz a borrowing me.

E com isto apetece-me cantar:
"O mar enrola na areia...
Ninguém sabe o k ele diz
O mar enrola na areia
Porque se sente feliz!"

Acho que me contagiaste!

Bjnhos *