sexta-feira, 12 de janeiro de 2007



Quando vou pela rua gosto de perceber detalhes. Não me perguntes porquê. Sabes-me assim. Acredito que cada uma daquelas coisas está ali por um motivo e por isso, são dignas de toda a minha atenção. Nem sei porque te digo isto, logo a ti, que me conheces tão bem.

Sabes que gosto de rir. Rir a sério. Rir com uma gargalhada maior que a boca, o corpo a estremecer de riso e os olhos a encherem-se de lágrimas. Rir de idiotices só porque é bom. Porque só nós sabemos.

Sabes que gosto de chorar. Parvoíce?! Talvez... Chorar implica dor. Eu sei. Mesmo assim gosto. Choro e sinto que cada lágrima me lava de dentro para fora. Que não tenho que carregar o mundo nos ombros, que posso ter fragilidades como qualquer pessoa. Sinto e faz-me bem. Assenta-me os pés na terra. Chorar e tu. Sempre tiveste esse poder, de me trazer à realidade, por mais dura que ela fosse.

Logo eu que adoro sonhar. Sonho porque sim. É bom. Ainda acredito em contos de fadas. Pode parecer longínquo, mas esse país existe. Onde podemos ser nós, sem máscaras. Onde posso estar eu e tu, e tu, e tu e tu. Partilhamos todos esse lugar porque acreditamos num bem comum. Bons ou maus, acreditamos.

Não faço o mínimo sentido, pois não?! Eu sei, tu também sabes. Sempre me conheceste assim. Frenética. Na escrita ou no dia-a-dia. Sempre à espera que o dia não tenha horas suficientes para tudo o que quero viver. Tenho a mania de estar sempre um passo à frente da vida ou então deixar-me ficar para trás, sem vontade de correr. Eu, imagina lá. Não precisas, eu sei que não precisas de imaginar... Simplesmente porque viveste tudo isto comigo. Porque é contigo que eu rio, choro, faço as maiores tontices e partilho os maiores tesouros. É contigo e só contigo, que me conheces como cada linha da palma da tua mão. Mão essa que encaixa na minha e nos leva juntos por aí. Obrigada meu amigo.

4 comentários:

MS disse...

E agora como é que eu explico isto hein?? Venho aqui, descansada da vida, e depois deparo-me com um texto destes, que parece que me reflecte mais do que poderia pensar.

Lindo só digo..muito lindo. Até fico sem palavras para isto..agora apanhaste-me bem!!

beijinho*

Badjofi disse...

nem mais...! =D


***

borrowing me disse...

concordo contigo, mas apenas não gosto de chorar...
é raro e se puder evito.
bjs grandes

Nuno disse...

Muito lindo!um discurso directo recheado d sentimento e sinceridade.Humm cheira-me que há amor no ar..
:)
bjo