sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Era só isto:

Voltei a ser a Ana de peito feito que não tem medo de nada.

3 comentários:

marta. disse...

:) boa aninha!

mariana disse...

Já te questionaste se alguma vez a Ana se foi embora?(:

Patrícia disse...

essa, é a melhor maneira d se ser gente