segunda-feira, 20 de abril de 2009

04:21h


Seria incapaz de gritar contigo. Posso pensá-lo, gritá-lo até na minha cabeça, mas nunca o faria. Pela fragilidade de alma que sei que tens. Pela vontade louca de voar para longe daqui, como se isso resolvesse algo. É engraçado olhar-te de fora. Ver o filme com uma clareza que noto que não possuis. E repara que desconheço as personagens da tua história recente... Sei de ti e pouco mais. E já é saber tanto.. Tenho contido o choro mas hoje nem pediu licença. Chegou e foi senhor de mim, como as idéias tontas de asneiras que podia ter feito e não fiz. Ando a lutar comigo todos os dias, sabias? Porque aquilo que não te consigo gritar, dizer, sussurrar fica comigo. Paira e corrói-me, numa dor visceral que se transforma numa alucinação constante e estonteante. Estou muitas vezes sem estar. É preciso um estalar de dedos para me devolver à realidade onde me forçam, inevitavelmente emaranhada em burocracias e obrigações que não me pertencem. Sinto coisas que não são minhas. É idiota mas é verdade. São laços que ainda nenhum dos dois cortou, permanecendo no mais profundo de mim, nas raízes da alma. E se soubesses a inocência com que os conservo... Não é por te querer para mim. É porque já és parte de mim, da melhor maneira possível. Mesmo com tudo o que mudou, muda e mudará.


Se eu podia desligar? Depende. Se quero desligar? Não me parece. Simplesmente porque faz parte da essência que me caracteriza. É complicado sentir a vida a transbordar como uma gargalhada que nos percorre o corpo com cores doces e ter que a domar. É praticamente impossível. Impensável. E é isso que ando a fazer. Trazer a minha personalidade na trela, para que não te morda nem force a nada. Quando no fundo e na verdade tudo teria uma solução mesmo, mesmo fácil. Mas eu estou fora do quadro, é normal que consiga descobrir a mais discreta falha.

4 comentários:

Nunziuh disse...

Eu vi a hora a q postaste e estava para vir mandar vir ctg.
Assim já não sei o q dizer Ana. Não sei mesmo.. :\
Mas o abraço dura e perdura.

* disse...

se soubesses como me custa fazer minhas todas estas tuas palavras.
abraço-t forte minh linda

Anónimo disse...

Faço das tuas palavras, minhas palavras!

Um beijo

Ana" disse...

http://www.fotolog.com/agodmistake/63219002

Espero que nao te importes :$
Amei mesmo mesmo , identifiquei-me tanto!