sexta-feira, 18 de janeiro de 2008


Sinto-me assim, como uma criança de colo entre os teus braços. Sei que tentei fugir... Tolice minha. Não se foge ao coração. E, felizmente, mostraste-me a tempo que não havia nada a temer e mesmo que haja, pões a tua mão na minha e as cores do mundo voltam.

10 comentários:

EspiritoDaLua( disse...

:')

NiNi disse...

Não pelas mesmas razões, mas como eu te compreendo meu amor! :)

Bruno disse...

Roxinha, Roxinha...

Joana Almeida disse...

Lalala (bonequinho a assobiar...)

CadernoAmarelo disse...

Lindo!

A Túlipa disse...

... =] já se adivinhava, por entre os teus posts. O mundo a preto e branco sbe bem às vezes. Mas quando o coração pede cor... porquê negar-lha?

'

m&m disse...

Tem alguma graça aquilo a que se chama plágio..

m&m disse...

(N é p ti, sis, obviamente..)

Sara *.* disse...

Amo os teus textos. Escreves inexplicavelmente bem *.*
Admiro-te.
Gostava de ser como tu... seria muita coisa mais facil..
Beijinhos, e uma boa continuação *.*

Sara *.* disse...

Amo os teus textos. Escreves inexplicavelmente bem *.*
Admiro-te.
Gostava de ser como tu... seria muita coisa mais facil..
Beijinhos, e uma boa continuação *.*